domingo, 30 de dezembro de 2012

Capítulo 1 - Descobrindo Sentimentos

Capítulo 1 - Descobrindo Sentimentos


Enzo e Daniel estão conversando na cozinha da casa de Frida, namorada de Daniel, enquanto preparam um lanche para os três assistirem um filme como haviam combinado durante a semana.

- Por que olhas tão profundamente nos meus olhos quando nós estamos conversando? - perguntou Daniel.
- Eu não sei...Eu estava fazendo isso? - Respondeu Enzo um pouco constrangido, afinal ele sempre fazia isso, mas não havia percebido que Daniel estava prestando atenção.
- Sim, parece até que estás olhando para a minha alma! - disse Daniel sorrindo.
- Me desculpa...Eu vou me atentar para isso então...Eu...Eu não tinha percebido... - Enzo mal conseguia finalizar seu raciocínio, estava extremamente nervoso.
- Calma, é só que parece como se soubesses o que se passa na minha mente - Daniel falou sorrindo novamente, porém desejava que ele realmente soubesse.
- Bom, eu não sei, mas com certeza, se quiseres, podes me dizer! - Enzo ficou realmente interessado.
- Não, eu não posso te dizer muita coisa - Daniel começou a andar pela cozinha um pouco nervoso - eu preciso me controlar! - estava um pouco receoso de falar a coisa errada.
- Controlar-se? - Enzo não entendeu e ficou muito curioso - mas quanto ao que?
- Bom - Daniel hesitou por um momento, mas criou repentinamente um pouco de coragem - quando eu te olho e estás me olhando de volta desse jeito - ele fez uma pausa para ponderar o que dizer - eu me sinto diferente quanto a ti e é um pouco estranho, eu...eu acho... - ele começou a coçar a cabeça na esperança de ajudar a desenvolver a frase, mas não conseguiu.
- O que queres dizer com isso? - Enzo estava surpreso - Eu não entendo!
- Eu sei, eu só estou confuso... esquece isso, desculpa!

Daniel não conseguia levar aquilo adiante, então resolveu parar naquele ponto e continuar a preparar o lanche que eles estavam preparando antes da conversa. Mas, para sua surpresa, Enzo ainda tinha alguma coisa a dizer.

- Daniel, eu preciso confessar uma coisa! - ele não sabia se havia entendido direito o que Daniel dissera, mas resolveu arriscar dizer uma coisa que ele sentia há algum tempo - Eu sinto uma coisa diferente por ti, eu não sei se da mesma maneira, mas não importa, - ele tomou fôlego e continuou - olha, eu gosto muito de ti, eu estou atraído por ti há algum tempo - ele resolveu ponderar - mas estás namorando com a Frida, então eu nunca tentaria nada contigo, mas gostaria que soubesses disso!
- Sério?! - Daniel mal acreditava no que ouvira - Eu nunca percebi...minha nossa...isso é...eu estou...
- Calma, calma! Eu realmente só queria que você soubesse! Eu sei que você não está...
- Eu me sinto da mesma maneiro por ti - Daniel finalmente conseguiu dizer o que não vinha conseguindo a conversa toda.
- O que? – Enzo estava tão pasmo que ficou incrédulo - Não, é mentira! e eu não quero...não posso me sentir assim!
- O que eu disse é verdade! e eu sei que queres sentir, o que me agrada muito!
- Como podes saber? - perguntou Enzo já bastante nervoso.
- Por que você está olhando nos meus olhos daquele jeito novamente!
- Eu não estou...ora, desculpa, mas...
- Shhh! - Daniel fez Enzo parar de falar e se aproximou lentamente dele - apenas não fale, eu vou tentar uma coisa.
- O que? - Enzo estava ainda mais nervoso com a proximidade de Daniel - por que você está tão perto de m...

Neste momento Daniel inesperadamente beijou Enzo, que não conseguiu nem terminar de falar.

3 comentários:

  1. Muito bom!... é bom saber que pessoas estão fazendo como eu, dando outra visão ao mundo gay tão generalizadamente profiscualizado.

    Valew rapaz, espero que seu romance vá longe igual a serie A Viagem que escrveo no meu blog. Abração.

    http://diariodeumgay2010.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigado.Fico feliz que tenha gostado.
    Espero que agrade outras pessoas também!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

O que você achou?
Dúvidas? Opiniões?